Frontline News
More Breaking News
BlogsCiênciaConhecimento EspiritualEsportes e entretenimentoMedicinaNotícias JurídicasNotícias do MundoNotícias dos EUAOpiniãoPolíticaResistência da oposição

Revelado: A polícia alemã 'frequentemente' solicita dados de aplicativos de rastreio de contatos

Jan 17, 2022

|

01:32 AM

Empresa 'condena o abuso de dados Luca recolhidos para proteção contra infecções'

Revelado: A polícia alemã 'frequentemente' solicita dados de aplicativos de rastreio de contatos

A utilização de informações oriundas de dispositivos celulares pessoais a fim de "localizar contatos" durante a pandemia de COVID-19 tem sido uma fonte de controvérsia na maioria dos locais onde foi introduzida. Muitos países têm leis supostamente rigorosas de proteção de dados em vigor para prevenir o abuso de informações pessoais; na semana passada, porém, um relatório de um incidente claro de abuso sugeriu que a descoberta era potencialmente a ponta do iceberg.

O incidente em questão ocorreu na cidade alemã de Mainz e foi noticiado pela Deutsche Welle. Pouco depois de sair de um restaurante, um homem caiu morto em circunstâncias um tanto misteriosas, e a polícia estava ansiosa para localizar testemunhas. Para facilitar o seu trabalho, conseguiram "peticionar com sucesso" às autoridades sanitárias locais a liberação de dados do aplicativo "Luca", que registra quanto tempo as pessoas permanecem em vários locais públicos, neste caso, o restaurante. Com os dados que obtiveram, a polícia contatou 21 potenciais testemunhas. 

Quando a notícia foi divulgada, houve uma "indignação generalizada", levando os procuradores públicos a anunciar que tinham lançado um inquérito sobre como tal coisa poderia ter acontecido. Asseguraram também ao público que "os dados relevantes não serão mais utilizados".

A Deutsche Welle acrescenta que, "até hoje, não existem outros casos conhecidos em que a polícia tenha conseguido obter dados do aplicativo para investigações" (itálico acrescentado), e observa que o aplicativo está "sujeito às rigorosas leis de proteção de dados da Alemanha”. A única forma de recuperar os dados é se tanto o departamento de saúde local como o estabelecimento derem o seu consentimento para que os dados pessoais não sejam codificados".   

Culture4life acrescentou que "recebe pedidos frequentes para os seus dados por parte das autoridades policiais - mas esses pedidos são rotineiramente negados" (itálico acrescentado).

(P.S. Um tanto tipicamente, a preocupação de muitos políticos não se centrava na invasão da privacidade, mas sim na preocupação de que "a fé nos aplicativos digitais, que são uma ferramenta importante na luta contra a COVID-19, [poderia] desaparecer", como disse um político do partido verde alemão).     

Latest Articles

Hospital Laniado recusando-se a treinar trabalhadores não vacinados na linha de frente da saúde

Hospital Laniado recusando-se a treinar trabalhadores não vacinados na linha de frente da saúde

May 19, 2022

Bill Gates quer mais leite materno

Bill Gates quer mais leite materno

May 19, 2022

Vítimas da vacina sem voz - Vol. 2

Vítimas da vacina sem voz - Vol. 2

May 19, 2022

Americas Frontline Doctors
America's Frontline Doctors Logo

Support the cause

Donations raised will support our efforts to educate the American public and political leaders.

Join Us
Privacy Policy